quarta-feira, 26 de abril de 2017

Homem condenado por abuso sexual no Paraná é preso ao tentar sequestrar criança em Fortaleza


O homem levava a criança pela mão, quando foi flagrado pela mãe do garoto de 6 anos

 O suspeito no momento em que foi preso pela primeira vez, em 2012, no Paraná (FOTO: Reprodução/Polícia Civil) 


Um homem de 34 anos foi preso suspeito de tentar sequestrar uma criança de 6 anos no bairro Jangurussu, em Fortaleza. No sábado (22), Arlindo Hartmann foi flagrado pela mãe do garoto no momento em que o conduzia pela mão. 

Ele teria conversado com a criança instantes antes, “ganhando a confiança dele”, informa a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Quando a mulher gritou chamando o garoto, Arlindo soltou-se da criança, dando a volta no quarteirão e indo em direção ao carro que havia estacionado na rua.

 Moradores da região registraram a placa do veículo modelo Toyota Hilux, de cor preta. A família acionou a Polícia Militar (PM), que localizou o suspeito em uma pousada do Bairro Parque Santa Maria.

Jaguaribe-CE: Polícia prende homem por porte de armas de fogo e até munições de fuzil



Apos denúncia via 190 de que depois de uma equipe da cpma que se encontrava em operação no sitio Genipapeiro na zona rural de jaguaribe, que após ter encerrado e saido do local, elementos começaram a efetuar disparos para o alto para desafiar a policia e mostrar força, que ao saber do fato , nos deslocamos até o sítio ilha grande e apos algumas abordagens conseguimos chegar a residencia de Fabio Gomes Peixoto residente no sitio alma ,no momento da abordagem na residencia foi encontrado uma espingarda cal. 36 com 23 munições e um revolver cal. 38 com 7 munições, foi dado voz de prisão ao Fábio e continuamos as diligências seguindo as informações que tínhamos em mãos e na residencia do pai de fabio , o senhor conhecido por Assis cabó , foi encontrado uma rofle cal: 38, 6 munições cal. 38 e 36 munições de fuzil cal. 7.62. 

Tudo foi conduzido para a delegacia regional de Jaguaribe para os procedimentos cabíveis. F.T.A Jaguaribe 🔪💀 Sd George Sd Bleydson Sd Helio Sd James

terça-feira, 25 de abril de 2017

Facções lançam novas ameaças ao Ceará. Agora, Comando Vermelho ameaça uma guerra civil na Capital




CV 2
Criminosos do Comando Vermelho (CV) e Família do Norte (FDN) ameaçam nova onda de atentados 

A guerra das facções do crime no Ceará ganhou um novo capítulo nas redes sociais nas últimas horas. Após o acordo feito entre promotores de Justiça e membros da organização criminosa Guardiões do Estado (GDE), com o aval do Governo do Estado, para evitar novos atentados em Fortaleza, um “salve geral” (comunicado) foi dado conjuntamente pelos grupos Comando Vermelho (CV) e Família do Norte (FDN). 

Os criminosos ameaçam invadir Fortaleza com um exército de 500 “irmãos” das duas facções, caso as autoridades locais não retirem de dentro do Presídio do Carrapicho, em Caucaia, cerca de 70 presos que seriam membros da GDE.

“Nós do Comando Vermelho e Família do Norte queremos só uma coisa de todos vocês (autoridades), que tirem esses GDE de perto de nós e mandem eles para as cadeias que eles dizem que são deles, no caso, a CPPL 2, a unidade do Torão do Juazeiro do Norte e o Olavo 2 (Presídio professor Olavo Oliveira 2). São essas as cadeias em que eles predominam, então joguem esses vermes pra lá”, diz o comunicado que está sendo espalhado pelas redes sociais.  

Reforço?
E as ameaças continuam: “Nós queremos tirar nossa cadeia em paz e, caso vocês façam o que a GDE quer, iremos descer 500 irmãos nossos e juntar com os que têm aqui no Ceará. Aí o estado verá a força do Comando Vermelho e da Família do Norte. E se vocês gostam de guerra, podem ter a certeza que o Ceará viverá uma verdadeira guerra civil. E não pensem que nós vamos fazer que nem os GDE fizeram não (queimar ônibus, colégios, hospitais e etc), viu? Nós iremos atacar o ponto fraco de vocês”.  E prossegue: “Caso precise de apoio de outros estados, nós iremos pedir e vamos botar pra gerar”.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e a Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejus) não se pronunciaram sobre o fato. 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

Mãe de preso morto em rebelião na cadeia de Aracati é indenizada em R$ 50 mil





undefined

A Justiça condenou o Estado do Ceará a pagar R$ 50 mil em indenização por dano material para a mãe de um preso morto durante uma rebelião na Cadeia Pública de Aracati, interior do Ceará. Ainda foi determinado o pagamento por dano material em forma de pensão mensal no valor de 1/3 do salário mínimo.
A juíza Ana Paula Feitosa de Oliveira, que responde pela 15ª Vara da Fazenda Pública, do Fórum Clóvis Beviláqua, afirmou que o Estado é responsável pelos casos de falecimento de detentos ocorridos dentro do sistema prisional. Desta forma, a magistrada determinou que o pagamento de indenização para a mãe da vítima.
De acordo com os autos, o detento Alexander Costa e Silva faleceu no dia 27 de janeiro de 2000, durante rebelião ocorrida em unidade prisional no município de Aracati. Por isso, em 2003, a mãe dele ajuizou ação contra o ente público requerendo reparação por danos materiais e morais sofridos.
O Estado contestou afirmando que não tinha o dever de indenização, pois o crime foi motivado por um suposto envolvimento do falecido na rebelião.
Porém, segundo a juíza, “o que se atribui ao lesado não é propriamente uma indenização, mas mera compensação pelo sofrimento suportado, além de uma satisfação que a ordem jurídica lhe dá, de forma a não deixar impune o causador do prejuízo, que assim é indiretamente levado a agir preventivamente para evitar outros possíveis danos”.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Balanço parcial: violência no feriadão de Tiradentes deixa 47 mortos no Ceará




BPRE
Vários acidentes ocorreram nas rodovias estaduais, mobilizando equipes do BPRE 

Ao menos, 47 pessoas tiveram morte violenta neste fim de semana prolongado pelo feriado de Tiradentes (21). O balanço parcial das ocorrências policiais registradas no período entre a última sexta-feira e o começo da madrugada desta segunda (24) aponta 39 casos de assassinatos e mais oito óbitos decorrentes de acidentes de trânsito. 

Em Fortaleza, 14 homicídios foram registrados no fim de semana nos seguintes bairros: Bom Jardim (2 casos), Barroso (2 casos), Planalto Ayrton Senna, Engenheiro Luciano Cavalcante, Pan-Americano, Barra do Ceará, Cais do Porto, Siqueira, Vila Velha, Cajazeiras, Pirambu e Conjunto Ceará.
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram mais sete homicídios nos seguintes Municípios: Pacajus (duplo, no bairro Aldeia Park), Maracanaú (Conjunto Novo Maracanaú), Guaiúba (Localidade Água Verde), Horizonte e Caucaia (dois casos, no bairro Parque Potira e na Localidade Boqueirão).

Interior
No perímetro do Interior Norte, segundo dado da SSPDS, foram registrados  sete casos de homicídios sendo três deles na cidade de Sobral (dois deles no bairro Sumaré e outro no bairro Dom Expedito), além de Paraipaba (Sede) e Nova Russas (Bairro Parque da Cidade), Paracuru e Itapajé.

No Interior Sul, foram registrados 11 casos de homicídios nos seguintes Municípios: Juazeiro do Norte (2 casos, nos bairros Franciscanos e Frei Damião), Alto Santo (sede), Russas (Sítio Macambira), Lavras da Mangabeira (Bairro do Cruzeiro), Crato (Distrito Pontal da Serra), Orós (Bairro Mutirão), Campos Sales (Bairro Poço), Brejo Santo (Sítio Lagoa do Mato), Senador Pompeu (Bairro Alto do Cruzeiro) e Icó (Bairro Gama).  

Acidentes
Oito pessoas morreram vítimas  de acidentes de trânsito nos seguintes Municípios cearenses: Crateús (Avenida Sargento Hermínio/Centro/Sede), Maranguape (CE-065/Distrito de Amanari), Cruz (Estrada do Preá), Boa Viagem (duas mortes/Localidade Santo Antônio)), Limoeiro do Norte (Estrada de Flores), Camocim (Bairro Tijuca) e Russas (Avenida Antônio Cordeiro/Centro/Sede).
Das oito pessoas que faleceram em decorrência de acidentes, apenas uma não era passageira ou piloto de motocicleta. As demais transitavam em motocicletas e, destas, seis foram vítimas de colisões. A sétima morreu em conseqüência de queda. Uma criança morreu em decorrência de atropelamento na rodovia estadual CE-065, em Maranguape, na manhã de sábado (22).

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

Após incendiar ônibus e atacar delegacias, facção criminosa faz "acordo" com o Ministério Público e o governador e suspende os ataques




Vila Velha bom bom
No total, 23 ônibus foram incendiados em quatro dias de ataques ordenados pela facção GDE
Após um acordo com promotores de Justiça e o aval do governador Camilo Santana (PT), a facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) decidiu cessar os atentados ao sistema de transporte coletivo de Fortaleza e sua Região Metropolitana (RMF). No entanto, os criminosos postaram novas ameaças nas redes sociais e afirmam que “apenas” mudaram a estratégia de pressionar o governo e que os alvos serão, a partir de agora, “somente” as unidades da Segurança Pública. 

O “acordo” aconteceu no Presídio do Carrapicho, em Caucaia, na RMF, onde está reclusa uma boa parte dos integrantes da organização criminosa. Os bandidos reivindicam a unidade exclusivamente para a facção, mas a maioria está em outra unidade, a CPPL 2. Os detentos são contra a transferência de seus membros para outros presídios e querem tirar dali seus principais inimigos, os membros do Comando Vermelho (CV) e da Família do Norte (FDN). 

A Justiça, no entanto, teve outro entendimento e apenas mudou de ala e isolou os integrantes daquela facção, em torno de 70 homens. Foram isolados aqueles que estariam sendo ameaçados de  morte ou cuja presença poderia gerar um conflito armado e com assassinatos dentro daquela unidade carcerária da Grande Fortaleza.

Tocando fogo
Nas redes sociais, os integrantes da facção chegaram a “pedir desculpas” à população pelos estragos e riscos causados durante a série de atentados na Capital e RMF em quatro dias (entre quarta-feira, 19, e o sábado, 21) que deixou o saldo de 21 coletivos incendiados, além de destruição também em incêndios criminosos veículos de órgãos públicos e privados, como do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Caucaia, da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) e da concessionária de energia elétrica Enel, além de dois carros que estavam apreendidos no pátio do 19[i]ºDP (Conjunto Esperança).

Os criminosos atacaram também quatro delegacias da Polícia Civil, 8º DP (José Walter), 19º DP (Conjunto Esperança), 29º DP (Pajuçara/Maracanaú) e 33º DP (Goiabeiras/Barra do Ceará), além de uma agência bancária (Bradesco de Pajuçara/Maracanaú) e incendiaram uma cabine da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), instalada no bairro Rodolfo Teófilo.
Segundo a última nota oficial da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) acerca dos atentados, pelo menos, 17 suspeitos (entre adultos e adolescentes) foram detidos nas operações das polícias Civil e Militar. O número de feridos chegou a sete, incluindo um cobrador e seis suspeitos de envolvimento nos ataques criminosos. 


Veja o balanço final dos ataques dos criminosos:

Ônibus do transporte urbano  incendiados (23)
Van/topique do transporte alternativo  incendiada (1)
Veículos da concessionária de luz Anel incendiados (3)
Veículos da companhia de água e esgoto Cagece incendiados (2)
Veículo Demutran/Caucaia incendiado (1)
Veículos apreendidos pela Polícia Civil  incendiados (2)
Delegacias da Polícia Civil atacadas com tiros e/ou incêndio (4)
Cabine da Guarda Municipal de Fortaleza incendiada  (1) 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

terça-feira, 18 de abril de 2017

Peritos recolhem DNA de flanelinha que confessou ter assassinado a menina Débora Lohany em Fortaleza- CE



Matador da criança Debora
Walderir Batista dos Santos, 39 anos, foi preso na cidade de Parnaíba, no Piauí

Peritos do laboratório de DNA da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) receberam, na tarde de ontem (17), material genético do suspeito de matar a menina Débora Lohany de Oliveira, 4 anos, no último dia 27 de março. O “flanelinha”  Walderir Batista dos Santos, 39 anos, preso pela Polícia Civil do Ceará na cidade de Parnaíba, Piauí, na última quinta-feira (13).
Através de uma comparação de amostras do suspeito com o que foi colhido nas vestes da vítima, os peritos poderão comprovar cientificamente que Walderir foi o responsável pelo assassinato da menina, muito embora, ele já tenha confessando, informalmente e em depoimento, ter sido o autor.

A motivação seria uma vingança. Segundo uma investigação do Departamento de Inteligência Policial (DIP), horas antes de raptar e matar Débora Lohany, o “flanelinha” se envolveu numa briga com outro homem, na Avenida Raul Barbosa, e foi espancado. Em seguida, consumiu drogas e se dirigiu uma favela no mesmo bairro, onde tentou beijar uma criança. O assédio acabou lhe custando caro. Ele sofreu uma tentativa de linchamento, mas escapou.

O crime
Depois de ser agredido duas vezes seguidas, Walderir planejou uma vingança pessoal e tramou raptar uma criança no mesmo bairro. Isso acabou acontecendo quando ele perambulava pela Rua Alecrim e passou em frente à casa dos pais de Débora. Era por volta de 20 horas do dia 27 de março.

A criança brincava na calçada e, num rápido descuido dos pais, o suspeito raptou a menina e em seguida a matou a pedradas, ocultando o corpo debaixo de pedras, paus e lixo próximo ao canteiro de obras da linha do VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos), na Avenida Almirante Henrique Sabóia, a Via Expressa, no bairro Cocó. Depois disso, fugiu. 

O suspeito possui uma extensa ficha criminal que inclui dois homicídios. Ainda assim, estava solto nas ruas, atuando como “flanelinha”na Aerolândia. Com o dinheiro que obtinha neste serviço, ele consumia drogas. 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

Secretário anuncia Plano de Segurança Permanente para o Centro de Fortaleza




Morador de rua
Assaltos, tráfico de drogas e abandono dos moradores de rua, principais problemas do Centro
André Costa - secretário 3
André Costa quer uma parceria com a Guarda Municipal de Fortaleza na segurança do Centro

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, delegado federal André Costa, revelou que quer mudar a situação de insegurança no Centro de Fortaleza. Em entrevista após falar aos empresários na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), nesta segunda-feira (17), ele reconheceu que a área registra muitos casos de assaltos e quer buscar solução para a questão das dezenas de pessoas que moram nas ruas do bairro, ocupando ruas e praças, e consumindo drogas. 

Conforme o secretário, as medidas que deverão ser adotadas visam “concentrar esforços, com atenção também para os transportes coletivos. A gente quer implementar um plano de segurança permanente para o Centro, como já está sendo elaborado para a região turística. A área é muito movimentada, tem as dificuldades de deslocamento de policiais no trânsito, e teremos que usar mais motocicletas. Tem também a questão dos moradores de rua”.

Parceria
O secretário ressaltou o apoio que necessita da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) neste projeto que será implantado. “Se a gente vai intensificar a presença da Polícia Militar na área, precisamos também da presença intensa da Guarda, numa parceria com a Prefeitura. Com relação aos moradores de rua, vamos trabalhar com a Prefeitura. Precisamos dar abrigo a essas pessoas”.
Costa também se referiu à questão das drogas no Centro de Fortaleza. “Sabemos que quem está por trás disso é o grande traficante. Então, temos que fazer um trabalho de Inteligência para poder chegarmos até lá e impedir ou dificultar essa grande circulação de drogas no Centro”. 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

Bandidos armados fazem 40 universitários reféns durante ataque a ônibus na estrada




ônibus Icó
Vários tiros atingiram os vidros do coletivo durante o assalto na estrada 
Cerca de 40 estudantes universitários se transformaram em reféns de uma quadrilha de assaltantes na noite desta segunda-feira (17) na rodovia estadual CE-153, que liga os Municípios de Icó e Orós. Os alunos da Faculdade Vale do Salgado (FVS) foram atacados quando o coletivo seguia viagem de volta, retornando para Orós após as aulas em Icó. 

O ataque ocorreu na altura do Sítio Rochedo, quando quatro homens armados, utilizando duas motocicletas, interceptaram o coletivo nas proximidades da localidade de Sítio Rochedo. Na mira das armas, o motorista foi obrigado a parar o veículo.
Muitos tiros foram disparados contra os pneus, janelas e pára-brisa  do ônibus. Em seguida, os assaltantes entraram no veículo, ordenaram que o motorista apagasse as luzes internas e externas. Em seguida, iniciaram o saque aos estudantes.

Tiros
Notebooks, celulares, carteiras, bolsas e relógios foram roubados pelos ladrões. Em relato à Polícia, o motorista do ônibus contou que passou a ser seguido desde o Distrito de Lima Campos, ainda em Icó. Contudo, não esperava ser atacado.
Os alunos ficaram sob a mira das armas e os bandidos gritavam bastante, intimidando os reféns a logo entregar seus objetos e dinheiro.  “Eles atiraram muito”, relatou uma das estudantes.
Até o momento, a Polícia não conseguiu localizar os criminosos. Buscas estão sendo feitas na região com equipes policiais das duas cidades e o apoio do Comando Tático Rural (Cotar). 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Balanço parcial: violência no feriadão da Semana Santa deixa 54 mortos no Ceará



Entre quinta-feira e o domingo, as autoridades registraram 44 casos de homicídios e mais 10 mortes em acidentes de trânsito nas estradas cearenses 



Soldado Nunes, do Raio, está entre as vítimas da violência do feriadão da Semana Santa


O balanço parcial das ocorrências policiais registradas no fim de semana prolongado da Semana Santa, em todo o Ceará, revela que, ao menos, 54 pessoas tiveram morte violenta em todo o estado, sendo 44 assassinatos e 10 óbitos em acidentes de trânsito. A região com maior taxa de óbitos foi a Capital, com 20 pessoas vítimas de homicídios entre a última quinta-feira (13) e a noite do Domingo de Páscoa (16).
Em Fortaleza, os 20 assassinatos ocorreram  os seguintes bairros: Montese (3 casos), Autran Nunes (3 casos), Ancuri (2 casos), Bom Jardim, Quintino Cunha, Itaperi, Aerolândia, Conjunto Palmeiras, Praia do Futuro, Messejana, Passaré, Pici, Barra do Ceará, Genibaú e Jangurussu.
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram registrados oito assassinatos nos seguintes Municípios:  Caucaia (3 casos), Maranguape (2 casos), Pacajus, Horizonte e Maracanaú. No Interior Norte do Estado, ao menos, seis pessoas foram assassinadas no período. Os crimes ocorreram nos Municípios de Crateús,  Capistrano, Pentecoste, Novo Oriente (latrocínio)  e Sobral com dois homicídios (em um deles, um detento foi morto dentro da cadeia pública). No Interior Sul, foram registrados 10 assassinatos no seguintes Municípios: Russas (4 mortos), Juazeiro do Norte, Aracati, Saboeiro, Brejo Santo, Crato e Morada Nova.
Acidentes Ao menos, 10 pessoas morreram em acidentes de trânsito durante o fim de semana prolongado da Semana Santa em todo o Estado. Os óbitos ocorreram em Tauá, Milagres, Salitre, Quixadá, Porteiras, Juazeiro do Norte, Caucaia, Horizonte, Missão Velha e Aurora.
Mortes em Russas Cinco pessoas morreram em conseqüência de um tiroteio entre policiais militares e um grupo de bandidos dentro de um clube de forró na localidade de Capim Grosso, em Russas (a 163Km de Fortaleza), na madrugada do domingo de Páscoa (16).
O soldado PM Menandro Cavalcante Nunes, destacado no Batalhão Raio, foi baleado e morto, enquanto seu colega, soldado Alexandre, ficou ferido com um tiro de raspão na cabeça. Os dois trocaram tiros com sete bandidos e dois deles também morreram. Além das três pessoas mortas nas dependências do clube, outra faleceu  depois de ser atendida no Hospital de Russas e transferida para o  IJF-Centro, sendo identificada como Deyvid Aless Romão da Silva, atingido por uma bala perdida.
Já na cidade de Morada Nova (a 163Km da Capital), durante um cerco policial aos demais bandidos que teriam assassinado o PM, em Russas, mais uma  pessoa tombou morta. Era o fugitivo da Justiça, Daniel Amaro da Silva, conhecido por “Daniel do Prourb”.
FONTE: CEARÁ NEWS7

Suspeito de assassinato de PM em Russas- CE morre em confronto com policiais




suspeito-de-assassinato-de-pm-em-russas-morre-em-confronto-com-policiais

Um terceiro suspeito de ter participado de um tiroteio na madrugada do último sábado (15), durante uma festa na zona rural de Russas que culminou com a morte de quatro pessoas, dentre elas o policial do BPRaio Menando Cavalcante Nunes, morreu na noite deste domingo (16) em um confronto com a Polícia em Morada Nova. Segundo informações da Polícia Militar a vítima foi identificada como Daniel Amaro da Silva, 21 anos.


Ainda de acordo com a PM, uma equipe de Morada Nova havia seguido por volta das 21h até o bairro Vazante para averiguar uma denúncia anônima de que um suspeito de ter participado da morte do policial do BPRaio estava naquele local.

Ao avistar o policiamento Daniel Amaro passou a atirar, ainda segundo a PM. Houve troca de tiros e o suspeito foi baleado. Ele foi socorrido ao hospital local, mas não resistiu aos ferimentos. Em poder dele foi apreendido um revólver calibre 38 com cinco munições, sendo uma deflagrada, acrescentou a Polícia.
 
FONTE: ERIVANDO LIMA

terça-feira, 11 de abril de 2017

Erro de execução: pistoleiros foram matar prefeita e balearam ex-secretária




 

Caso ocorreu na cidade de São Luís do Curu. Prefeita está em pânico e a fisioterapeuta ferida com quatro tiros permanece hospitalizada em Fortaleza 
 
 Márcia Clébia foi baleada pelos pistoleiros. A prefeita Carol Ramalho escapou do atentado

Erro de execução. Esta é a hipótese que norteia as investigações das autoridades policiais acerca do atentado a tiros sofrido na tarde desta segunda-feira (10) pela fisioterapeuta e ex-secretária de Saúde do Município de Paraipaba, Márcia Clébia Costa. Ela foi atingida a tiros na cidade de São Luís do Curu (a 79Km de Fortaleza). O alvo dos pistoleiros, na verdade, seria a prefeita daquele Município, Carolina de Araújo Ramalho Pequeno, a Carol Ramalho.

As informações dão conta de que a trama para o atentado contra a gestora teve seu primeiro  ato ainda na manhã de segunda-feira,  quando um homem ligou para a Prefeitura se dizendo jornalista e que pretendia fazer uma entrevista com Carol.   Foi, então, marcado o horário, 16 horas.

À tarde, a mesma pessoa teria ligado já para saber quando seria recebida pela prefeita. No entanto, o marido de Carol teria informado que ela não estava na sede da Prefeitura.  Diante disso, os assassinos teriam passado a procurá-la na cidade, indo parar no prédio da Secretaria de Saúde, onde teriam confundido Carol com Márcia Clébia.

Tiros
A fisioterapeuta foi atingida quatro vezes, sendo um tiro de raspão na cabeça, além outros nas mãos, braços e no abdome.  Ela foi transferida para Fortaleza e internada no Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro). Segundo informações do hospital, a paciente não sofre risco de morte.
Já a prefeita e o marido estão em pânico e temerosos diante do fato. O casal não sabe a quem atribuir a ordem para o atentado, mas não descarta que o crime tenha motivação política.
Carol Ramalho, 35 anos, foi eleita, no ano passado com 6.160 votos, o que representou 61,22 por cento dos sufrágios do eleitorado de São Luiz do Curu. Ela é filiada ao Partido da República (PR) e encabeçou a chapa da coligação “A Mudança que o Curu precisa”.

Entre 2016 e 2017, pelo menos, nove políticos foram mortos no Ceará. Veja a relação completa dos casos:

1 – (4 de janeiro/2016) – Empresário e vereador do Município de Itarema, no litoral Oeste do estado (a 210Km de Fortaleza), José Marcondes Rodrigues (PRB), filiado ao PRB, é assassinado, a tiros, na Praia de Almofala, ao reagir a um assalto (latrocínio).

2 – (13 de abril/2016) – Vereador Antônio Chagas de Oliveira, 48 anos, filiado ao PTB é assassinado, a tiros, durante uma discussão política na porta de um bar na cidade de Catarina, na Região dos Inhamuns (a 394Km da Capital). Dias depois, a Polícia prendeu o assassino, Maike Evangelista Nascimento.

3 – (31 de julho/2016) – Vereador e ex-presidente da Câmara dos Vereadores de Paraipaba (a 115Km de Fortaleza), Manoel Paulino Cavalcante, 62 anos, filiado ao PDT, foi morto a tiros na porta de casa, naquela cidade do Litoral Oeste do Estado. O crime teria sido uma vingança e não teve conotação política.

4 – (20 de agosto/2016) – Policial civil (inspetor) e candidato a vereador pelo Município de Quixeramobim, José Cláudio Nogueira, 51 anos, filiado ao PSB, é assassinado. O crime ocorreu na zona rural do Município de Senador Pompeu (a 273Km de Fortaleza). Posteriormente, a Polícia descobriu que os mandantes do assassinato foram a esposa da vítima e um amante dela. Os dois foram presos, juntamente com os pistoleiros.

5 – (5 de setembro/2016) – O  vereador e candidato à reeleição José Elbio de Almeida Chaves, 39 anos, o “Elbinho”, filiado ao PPS, é morto, a tiros de escopeta calibre 12 e pistolas,  por pistoleiros na cidade de São João do Jaguaribe (a 220Km de Fortaleza).  A Polícia desconfia de que o crime foi motivado por disputa política na região.

6 – (24 de setembro/2016) – Vereador e candidato à reeleição em Aiuaba, na Região dos Inhamuns (a 430Km da Capital), José Valmir de Sousa, 58 anos, filiado ao PSDB, é morto, a tiros, por dois pistoleiros no momento em que deixava o palanque onde participara de um comício na localidade de São Nicolau, na zona rural daquele Município. Logo em seguida, um filho dele matou um dos assassinos e feriu o segundo.  O crime teve motivação política.

7 – (27 de dezembro/2016) – O vereador e presidente da Câmara Municipal de São João do Jaguaribe, Francisco Anaílde Chaves (PDT)  é assassinado por pistoleiros.

8 – (21 de fevereiro/2017) – Vereadora Jucely Alves Arrais, 36 anos (PDT) é assassinada por pistoleiros na localidade Bom Nome, na zona rural do Município de Aiuaba. O crime ocorreu na residência de familiares.

9 – (4 de abril de 2017) – Suplente de vereador Antônio Carlos Castro de Lima, 37 anos, é assassinado, a tiros, na cidade de Acarape.

FONTE: CEARÁ NEWS7

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Policiais do Raio prendem bandido que fez ameaças de morte ao secretário da Segurança Pública nas redes sociais




lEMOEL 2
Lemoel da Silva Santos foi capturado na noite desta sexta-feira após denúncia ao BPRaio
lEMOEL 1
Com o bandido a Polícia apreendeu uma pistola, munições, celulares e dinheiro
lEOMOEL3
Ficha criminal do suspeito: repleta de registros de roubos, receptação e formação de quadrilha
Secretário responde 3
Secretário postou no Face  um "recado" para a bandidagem após a ocupação da Barra do Ceará...
Secretrio responde
... E respondeu às provocações de Lemoel nas redes sociais
Policiais Do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), prenderam neste fim de semana um bandido que vinha sendo procurado há várias semanas, após ele postar nas redes sociais ameaças de morte ao secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, delegado federal André Costa.
A prisão de Lemoel da Silva Santos, 21 anos, ocorreu após denúncias anônimas chegadas às autoridades. Em poder dele, a Polícia apreendeu uma pistola, dois carregadores, 32 munições, além de dois celulares.  O local da prisão não foi divulgado pelas autoridades. Sabe-se, no entanto, que ele foi encaminhado a uma delegacia plantonista da Capital onde acabou autuado em flagrante por porte ilegal de arma de uso restrito.
Na ficha criminal de Lemoel da Silva Santos consta que ele já responde por diversos delitos, entre eles, três casos de assaltos (roubo), além de receptação, formação de quadrilha, uso de documento falso e crime de trânsito.

Ameaças
Foi através das redes sociais que o acusado endereçou ameaças ao secretário da Segurança, há cerca de um mês. O titular da SSPDS respondeu à altura, também usando as redes sociais. O caso ocorreu após declarações do secretário de que a Polícia iria ocupar todos os territórios que estariam sendo controlados por facções criminosas e traficantes de drogas e armas.
Logo após participar ativamente da “Operação Marco Zero”, quando a Polícia ocupou a Barra do Ceará e o Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) montou um acampamento no Morro de São Tiago, antes ocupado por traficantes, as mensagens contra André Costa começaram a aparecer e em uma delas Lemoel surgiu como o autor. Desde então, era procurado. 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

Balanço parcial do fim de semana registra 31 assassinatos e oito mortes no trânsito




Barra do Ceará 10
Um jovem foi morto, a tiros, na tarde deste domingo (9), na Rua Daura, Barra do Ceará

Ao menos, 39 pessoas morreram de forma violenta no fim de semana em todo o estado do Ceará. No período entre a última sexta-feira (7) e o começo da madrugada de hoje (10), Foram contabilizadas pelas autoridades policiais de plantão 31 ocorrências de homicídios, além de oito óbitos decorrentes de acidentes de trânsito. O balanço ainda é parcial.
Em Fortaleza, 17 pessoas foram assassinadas nos seguintes bairros:  Jangurussu (2 casos), Antônio Bezerra, Bom Jardim, Bonsucesso, Praia do Futuro, Ancuri (duplo homicídio), Fátima, Cambeba, Edson Queiroz, Maraponga, Parque São José (duplo homicídio), Caça e Pesca, João XXIII e Barra do Ceará.
Já na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), a Polícia fez o registro de apenas três crimes de morte, nos Municípios de Aquiraz (localidade Alto Alegre), Eusébio (Jabuti) e Itaitinga (Riachão).

Sertão
No Interior Norte, foram registrados quatro assassinatos. Dois deles ocorreram na periferia da cidade de Sobral e outro em São Benedito, onde um assaltante morreu em uma  troca de tiros com policiais militares do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Já na cidade de Acarape, um homem que praticava desordens e tentou matar guardas municipais acabou baleado e morto.
Já no Interior Sul, foram mais sete assassinatos  registrados nos Municípios de Juazeiro do Norte, Tauá, Parambu, Russas, Acopiara, Quixeramobim e Quixadá.

Acidentes
Um grave acidente de trânsito deixou duas pessoas mortas, mãe e filha, na rodovia CE-122, quilômetro 72, no Município de Ibaretama (a 130Km de Fortaleza) no último sábado. O capotamento de um veículo matou a dona de casa Vileida Gomes de Menezes e um dos seus filhos. A criança estava sendo amamentada no momento do desastre. O marido dela e outro filho do casal  ficaram feridos mas sobreviveram ao sinistro.
Em Fortaleza, foram registrados dois óbitos em acidentes de trânsito. Em um deles, um homem foi atropelado e morto por um caminhão na Avenida Coronel Carvalho, na Barra do Ceará.  No segundo, uma mulher morreu atropelada na Rua Paulo de Castro, no bairro Lagoa Redonda.
Uma colisão entre duas motocicletas deixou um morto no Município de Massapê. A vítima fatal foi identificada como Evilázio Melo Rodrigues Júnior.

Outra colisão, entre uma Hilux e um automóvel Prisma, na cidade de Guaraciaba do Norte, resultou na morte da jovem Gabriela Maria de Sousa Aragão, 22 anos. A irmã dela, Maria Graziela de Sousa Aragão, 33, ficou ferida gravemente. 
Outro acidente fatal ocorreu na cidade de Iguatu. Foi no bairro Areias, onde um jovem que pilotava uma moto  se chocou num poste, tendo morte imediata. Tratava-se de Janderson Cândido dos Santos, 22 anos.

No Hospital Regional do Cariri (HRC), em Juazeiro do Norte, morreu o jovem Fábio Félix  da Silva, 19 anos, horas após sofrer um grave acidente de moto na cidade de Altaneira (a 550Km de Fortaleza), na noite de domingo, por volta de 19 horas.  

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

Mulheres presas ao tentar driblar a Polícia com carro de luxo roubado e placas clonadas




Mulheres presas em Quixeramobim
Stefany e Areta foram cercada pela Polícia na entrada de Quixeramobim com um Corolla roubado
Duas mulheres naturais do Município de Acopiara, na região Centro-Sul do Ceará (a 340Km de Fortaleza), foram presas durante um cerco policial realizado no fim de semana entre os Municípios de Quixadá e Quixeramobim. Motivo: as duas trafegavam em um carro roubado, com placas clonadas, e tentaram furar o bloqueio do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE). 

A prisão aconteceu após a Polícia Militar mobilizar várias patrulhas dos Municípios de Quixadá, Banabuiú  e Quixeramobim, do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral (POG). A Polícia recebeu várias ligações de moradores da região informando que um veículo Corolla preto, com placas do Rio Grande do Norte (RN)  estava circulando em vias vicinais e as duas mulheres perguntavam como poderiam chegar ao Distrito de Juatama, em Quixadá, sem trafegar pelas rodovias.
O objetivo delas era driblar a Polícia a evitar passar pelo posto de fiscalização do BPRE na Estrada do Algodão (CE-060). Desconfiados de que as duas mulheres poderiam fazer parte de uma quadrilha de assaltantes, os moradores começaram a ligar para a Polícia.

Placas clonadas
Depois de várias buscas, a PM conseguiu interceptar o carro nas proximidades da entrada da cidade de Quixeramobim.  O carro realmente era roubado e as placas clonadas.

As duas suspeitas foram presas e identificadas como Areta Teixeira da Silva, 21 anos; e Stefany da Silva Alves, 18. A dupla acabou sendo autuada em flagrante por crimes de receptação, associação criminosa e violação ou adulteração de chassi ou qualquer sinal identificar de veículo.

A Polícia acredita que as duas jovens façam parte de uma quadrilha de ladrões de veículos e seriam pagas para entregar os carros roubados nas mãos de receptadores do bando.  Os automóveis estariam sendo roubados em Fortaleza e levados para o Interior cearense.
Stefany e Areta já estão na Cadeia Pública de Quixeramobim.  Ambas moram em Fortaleza. 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

Cinco pessoas morrem no fim de semana em confrontos com agentes da Segurança Pública




Raio - motos
Um bandido tombou morto após troca de tiros com uma patrulha do BPRaio em São Benedito

Cinco pessoas foram mortas, no fim de semana, em confronto com agentes da Segurança Pública do estado do Ceará.  Foram dois casos na Capital e outros três no Interior.  Todos os episódios estão sendo ainda investigados e das cinco vítimas, duas  não portavam documentação na hora em que praticavam roubos ou reagiram à intervenção policial. 

O primeiro caso ocorreu em Fortaleza, na tarde de sábado (8), quando três bandidos armados  invadiram uma clínica localizada na Rua Guaratinguetá, no bairro da Maraponga, e renderam funcionários e clientes. No entanto, conforme testemunhas, havia um homem também armado e que, supostamente, seria policial civil. Ele reagiu e matou um dos delinqüentes.
O segundo fato aconteceu na cidade de São Benedito (a 337Km de Fortaleza) na tarde de domingo (9), quando um assaltante trocou tiros com uma patrulha do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Segundo a Polícia, três homens estavam praticando assaltos nas imediações do Hospital Municipal. O Raio foi acionado e ao chegar ao local indicado foi recebido a tiros pelos delinqüentes. Um deles acabou sendo baleado e morreu no hospital. Tratava-se de Francisco Eliano Rodrigues da Silva, 30 anos.

Armado de faca
Já na noite de domingo (9), dois homens que praticavam assaltos pelas ruas dos bairros Parangaba e João XXII foram baleados supostamente por um policial nas proximidades da Rua Júlio Braga. A dupla foi atingida a tiros e um deles morreu no local.

E na cidade de Acarape (a 54Km de Fortaleza), um homem foi baleado e morto quando tentou, armado de faca, investir contra guardas municipais do Município. Minutos antes, ele havia sido parado pelos guardas e submetido a uma revista pessoal. Inconformado, passaou a desacatar os agentes. Em, seguida, foi em casa e armou-se com uma faca. Voltou à rua e correu para esfaquear os guardas, quando, então, foi baleado e morreu, sendo identificado como José Cláudio Amâncio de Araújo. 

Na cidade de Quixadá, no Sertão Central, uma troca de tiros entre uma gangue e policiais do BPRaio deixou um dos delinquentes moirtos, sendo identificado como Luan Mateus Queiroz de Aquino. O cconfornto ocorreu no bairro Campo Velho e com o bandido, conhecido pelo apelido de "Batera", a Polícia apreendeu um revólver de calibre 32, com quatro munições disparadas e duas intactas, além de vários objetos de assaltos. 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Juiz decreta prisão temporária do suspeito de matar advogado dentro das Lojas Americanas




Jairo bandido
Francisco Jairo, 21: preso um dia após ter praticado o latrocínio. Suspeito foi filmado dentro da loja 
A Justiça decretou, na noite desta terça-feira (4), a prisão preventiva do homem suspeito de matar o advogado e economista Paulo Sérgio Alves Garcia durante uma “saidinha” bancária ocorrida na manhã do último sábado (1), na zona nobre de Fortaleza. 

O juiz titular da 3ª Vara do Júri da Capital, Victor Nunes Barroso, decretou a prisão temporária do ex-presidiário e traficante de drogas Francisco Jairo de Sousa, 21 anos. O pedido de custódia do suspeito foi encaminhado ao Plantão Judiciário no Fórum Clóvis Beviláqua, pelo delegado da Polícia Civil, Leonardo Barreto, diretor da Divisão de Homicídios e Proteção á Pessoa (DHPP).
Francisco Jairo foi detido na manhã de domingo passado (2), numa operação de policiais do 8º Batalhão da PM (Papicu), sob o comando do major PM Hideraldo Bellini. Uma denúncia anônima levou os militares à comunidade Quadra de Santa Cecília, na Aldeota, onde o bandido estava escondido desde o dia do anterior, quando teria praticado o latrocínio (roubo seguido de morte) junto com um comparsa.

O crime
O advogado havia sacado dinheiro na agência da Caixa Econômica Federal situada na Avenida Dom Luiz, no bairro Meireles. Ao sair do banco, Paulo Sérgio Garcia percebeu que estava sendo seguido por dois homens. Na tentativa de escapar do assalto, ele correu e entrou nas Lojas Americanas, situada no cruzamento daquela avenida com a Rua Frei Mansueto.
Mesmo tendo buscado ajuda, o advogado foi abordado pelos ladrões dentro da loja, baleado e teve morte imediata. O crime foi filmado pelas câmeras do circuito interno do estabelecimento e as imagens gravadas facilitaram a identificação do atirador.
A DHPP continua em diligências para prender o segundo envolvido no assassinato. 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

 

Capitão Wagner volta a apontar provas forjadas na apuração da chacina do Curió


 



 

 

O parlamentar também reiterou críticas ao ex-governador Ciro Gomes em entrevista ao vivo, nesta quinta, na Rede Plus de Rádio FM 
 


A polêmica em torno do processo que apura a chacina do Curió teve mais um capítulo. O deputado estadual Capitão Wagner (PR) denunciou nesta quinta-feira (6), em entrevista ao programa “Ceará News” da rede Plus FM de Rádio, que armas dos policiais acusados do crime foram apreendidas pela Controladoria Geral de Disciplina (CGD), mas acabaram não sendo submetidas à perícia.

Conforme o deputado, este grave fato veio se somar a outras denúncias que ele mesmo Capitão já havia feito na tribuna da Assembleia Legislativa do Ceará na semana passada, segundo as quais houve forjamento de provas no inquérito instaurado pela CGD. Um deles, um fato grotesco, em que a posição geográfica de um colégio na região onde aconteceu a chacina foi mudada ou alterada para implicar policiais que estavam de serviço em duas viaturas da PM no dia da matança (entra noite do dia 14 e a madrugada do dia 15 de novembro de 2015).

Segundo Wagner, esta “mudança” de localização do colégio fez com que o inquérito apontasse que as patrulhas estariam no local de um dos crimes e que, portanto, os PMs teriam sido, ao menos, negligentes  ou omissos durante a ação dos assassinos. Os militares teriam deliberadamente  deixado que os matadores eliminassem as vítimas e nada fizeram para impedi-los mesmo estando na área onde tudo aconteceu.

Outros assuntos
Durante a entrevista, Wagner também se posicionou sobre outros assuntos, entre eles, a decisão tomada nesta quarta-feira (5) pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que proíbe de forma definitiva a realização de greve por parte de agentes da Segurança Pública (policiais civis, militares, federais, rodoviários federais, bombeiros militares e agentes penitenciários).

No campo político, ele reiterou as críticas ao ex-governador do Ciro Gomes, quando afirmou que, “Ciro envergonha os cearenses perante o País”. Denunciou também a inoperância do Hospital de Regional de Quixeramobim, que até hoje permanece sem prestar atendimento à população do Sertão Central.

FONTE:CEARÁ NEWS7

Bandidos incendeiam agência bancária após tentativa frustrada de violar caixas



 

O crime ocorreu na madrugada desta quinta-feira, na cidade de Maranguape. Polícia agora tenta identificar e prender os dois ladrões 
 


Dois bandidos estão sendo procurados pela Polícia na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), acusados de terem tentado arrombar os caixas eletrônicos e o cofre de uma agência bancária. Como não conseguiram danificar os equipamentos e subtrair o dinheiro, eles provocaram um incêndio criminoso no prédio e desapareceram.

O fato ocorreu por volta de 1h30 desta quinta-feira (6) na agência do banco Bradesco da cidade de Maranguape (a 20Km da Capital).  Moradores próximos da agência perceberam a ação dos criminosos e deram o alerta.

Percebendo que poderiam ser presos no decorrer do ato criminoso, os bandidos decidiram tocar fogo na agência e, em seguida, desapareceram. Testemunhas relataram que a dupla fugiu em uma motocicleta.
Câmeras do monitoramento eletrônico da agência podem ter filmado toda a ação dos ladrões. As imagens deverão ser encaminhadas à Polícia Civil para análises. Caberá à Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) proceder diligências para chegar à identificação da dupla.

Recentes
Na semana passada, dois ataques a bancos foram registrados no Ceará. Na sexta-feira (31), o “alvo” dos bandidos foi a agência do Banco do Brasil da cidade do Cedro, na região Centro-Sul  (a 420Km de Fortaleza), onde uma quadrilha explodiu os caixas eletrônicos causando a destruição completa do prédio. O bando fugiu e não foi encontrado.

Já no dia seguinte, sábado (1º), o ataque ocorreu na cidade de Jaguaruana, na região do Vale do Jaguaribe (a 183Km da Capital). Dessa vez, a Polícia conseguiu atuar rapidamente. Numa troca de tiros, seis integrantes do bando acabaram mortos e outros cinco capturados.

FONTE:CEARÁ NEWS 7

FORTALEZA- CE: Jovem morto no Pirambu. Em seis dias de abril, Ceará já registrou 63 homicídios




 

Assassinatos decorrentes de disputa por territórios do tráfico e rixa entre gangues de bairros não dão trégua na Grande Fortaleza e no Interior 
 
Mais um caso de execução sumária foi registrado na manhã desta quinta-feira (6) nas ruas de Fortaleza. Um jovem, ainda não identificado, foi fuzilado com tiros na cabeça enquanto dirigia seu carro. O crime de morte aconteceu no começo da manhã, na zona Oeste da cidade. Com este crime, sobem para 63 os homicídios no Ceará em apenas seis dias de abril.

Era por volta de 7 horas, quando os moradores próximos do cruzamento das ruas Tomás Gonzaga e Irineu de Sousa, no bairro Pirambu, ouviram uma sequência de estampidos. Logo, dois bandidos fugiram da li em uma motocicleta, em alta velocidade.
Quando os curiosos se aproximaram do carro parado na esquina, um Uno, se depararam com o motorista morto com tiros na cabeça. A Polícia, então, foi acionada através do telefone 190 e, em poucos minutos, viaturas do Ronda do Quarteirão e da 3ª Companhia do 5º BPM (Cristo Redentor) chegaram no local.

Crimes recentes
Na tarde de quarta-feira, um crime brutal foi registrado na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Um jovem, ainda não identificado, foi encontrado morto em um matagal no bairro Alto São João, no Município de Pacatuba.  Peritos constataram que a vítima foi executada a tiros e teve as duas mãos cortadas, arrancadas com uma arma do tipo facão.

Na manhã desta quinta-feira (6) morreu na Santa Casa de Sobral, na zona Norte do estado, a jovem Katiana de Melo Pereira, 29 anos. Na madrugada de quarta-feira (5) ela havia sido baleada dentro de casa, na comunidade Sovaco de Cobra, no bairro Sinhá Sabóia. A Polícia suspeita de um crime por conta de dívida de drogas.
Também em Sobral, um homem de 32 anos, identificado como Fabrício Alves Ferreira, foi assassinado, a tiros, no bairro Alto Brasil.

Gangues
Duas pessoas foram mortas na noite de quarta-feira no bairro Conjunto Palmeiras, na zona Sul de Fortaleza. Um adolescente e um homem de aproximadamente 30 anos de idade foram atingidos a tiros. O menor ainda chegou a ser levado ao hospital Frotinha de Messejana, onde faleceu. O adulto, conhecido por “Milton Tatuador”, foi baleado, logo em seguida, nas proximidades da Avenida Valparaíso, e também morreu. Segundo relato de moradores, o duplo homicídio decorreu de uma rixa entre gangues do Palmeiras e da comunidade Piçarreira.

FONTE: CEARÁ NEWS7

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Fortaleza: Sumiço misterioso da menina Débora Lohany completa uma semana nesta segunda-feira. Polícia Civil segue investigando em sigilo




Débora Lohany
Débora desapareceu da porta de casa. A família denunciou o caso como rapto

Nesta segunda-feira (3) completa uma semana do desaparecimento da menina Débora Lohany de Oliveira, 4 anos. O caso ainda está em completo mistério e a Polícia Civil trabalha em investigações sigilosas acerca do que aconteceu. A hipótese de um rapto praticado a mando de traficantes de drogas do bairro Lagamar, onde aconteceu o sumiço, norteia o trabalho de quatro delegados. 

A menina desapareceu da porta de sua casa, situada na Rua Alecrim, no bairro Aerolândia, por volta de 20 horas da última segunda-feira (27).  O fato chegou ao conhecimento da Polícia horas depois, que deu início a uma sequência de buscas na região do Lagamar e Parque Ecológico do Cocó.
Bombeiros  e policiais militares, como apoio de um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), além de barcos dos Bombeiros e do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (CPMA), fizeram uma varredura em toda a região durante, ao menos, três dias.

Também foram utilizados cães farejadores do Canil do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). Equipes do Núcleo de Busca e Salvamento (NBS) e tropas à pé  também se engajaram nas incursões pelo  mato. No entanto, nenhuma pista concreta do paradeiro da criança foi descoberta.

Inquérito
Um inquérito foi instaurado na Delegacia de Combate aos Crimes de Exploração da criança e do Adolescente (Dececa) e os inspetores daquela Especializada contam com o apoio do Departamento de Inteligência Policial (DIP). Os delegados Ivana Timbó (Dececa), Luiz Carlos Dantas e Renê Andrade (DIP), aprofundam as investigações e já tomaram o depoimento de familiares da criança, além de pessoas que foram apontadas como suspeitas do rapto.

No entanto, as suspeitas acabaram não se concretizando e todos foram liberados. O mistério persiste. 

 FONTE: Fernando Ribeiro