segunda-feira, 29 de maio de 2017

Mais um fim de semana sangrento deixa 44 pessoas assassinadas no Ceará




Fernando Ribeiro
Aquiraz - Triplo
Aquiraz: duas mulheres e um homem foram executados numa estrada, na localidade Lagoa Seca
Paraia do Futiro
Numa barraca da Praia do Futuro, um homem foi morto a tiros quando jogava baralho

Quarenta e quatro pessoas foram assassinadas no Ceará no fim de semana. No intervalo entre a última sexta-feira (26) e o começo da madrugada desta segunda-feira (29), foram registrados 16 homicídios em Fortaleza, 16 na Região Metropolitana da Capital, quatro no Interior Norte e mais oito no Interior Sul. O dia mais violento do período foi o sábado, com 20 casos.
Em Fortaleza, os 15 assassinatos ocorreram nos seguintes bairros: Henrique Jorge, Mondubim (3), Barra do Ceará (2), Vila Manuel Sátiro (2), Sapiranga, Planalto Ayrton Senna, Conjunto Ceará (2), Bonsucesso, Praia do Futuro,  Edson Queiroz e Itaoca.

Na Região Metropolitana de Fortaleza, a Polícia registrou o maior quantitativo de assassinatos no fim de semana. Foram 16 casos nos seguintes Municípios: Aquiraz (3), Maranguape (3),Caucaia, (3), Horizonte (2), Maracanaú, Eusébio, Itaitinga, Pacatuba, e Pacajus.  
No Interior Norte do Estado, foram registrados apenas quatro casos de homicídios, nos Municpipios de Crateús, Ipu, Madalena e Paraipaba.
Já No Interior Sul, foram sete assassinatos nos seguintes Municípios: Senador Pompeu (2) Crato, Lavras da Mangabeira, Quixeramobim, Banabuiú, Barbalha e Morada Nova.
Acidentes
Sete pessoas morreram em acidentes de trânsito nos seguintes Municípios: Icapuí (2), Jaguaribara (2), Morada Nova, Ipaumirim e Jaguaretama.  

terça-feira, 23 de maio de 2017

Traficantes invadem residência e fuzilam casal na Barra do Ceará




Blog Fernando Ribeiro
 
Casal - Barra do CE
Jocélia e Edson foram surpreendidos dentro de casa e atingidos com vários tiros de pistola

Um casal foi assassinado na noite desta segunda-feira (22), na Barra do Ceará, zona Oeste de Fortaleza. Segundo informações da Polícia Militar, o duplo homicídio pode estar ligado à ação de traficantes de drogas da região. As vítimas foram baleadas dentro de casa, depois que o imóvel foi invadido, por volta de 22 horas. 

No local do crime, no cruzamento das ruas Omar Cardoso e Padre Guilhermino, foi  morta, a tiros, a dona da casa identificada como Jocélia Ferreira da Silva, 31 anos. Já o esposo dela, José Edson Alves do Nascimento, 28, ainda chegou a ser socorrido pelos vizinhos e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pirambu (Avenida Leste-Oeste), onde não resistiu aos graves ferimentos e morreu na Emergência.

Os criminosos teriam fugido do local em várias motocicletas, cruzando a ponte sobre o Rio Ceará e teriam ido se esconder na comunidade Parque Leblon, já no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), e até o começo da madrugada desta terça-feira (23) não haviam sido localizados.
Segundo a Polícia, supostamente o casal teria sido vítima de uma retaliação dos traficantes, já que tinha amizade com policiais militares que trabalham naquele bairro pertencente à Área Integrada de Segurança 8 (AIS-8).

Matança
Com o duplo homicídio registrado nesta segunda-feira subiu para 31 o número de assassinatos na Barra do Ceará neste ano, e d10 casos somente no mês de maio. No último sábado (20), um jovem identificado por Tiago Laurentino Costa, 24 anos, foi executado, a tiros, na Rua Barra Vento.

Já no último dia 15, dois corpos foram encontrados dentro de um carrinho de reciclagem deixado por bandidos no cruzamento das avenidas Senador Robert Kennedy e 20 de Janeiro, próximo à comunidade do Gueto. Um dos mortos foi decapitado e o outro esquartejado.  No dia anterior (14), outro corpo sem cabeça foi deixado pelos traficantes na Rua Moacir, no mesmo bairro. 

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Polícia apreende falso fuzil AR-15 durante a megaoperação contra o tráfico de drogas em Aquiraz-CE




Falso fuzil
O suspeito de comandar assaltos na Prainha foi apanhado com um simulacro de AR-15
Aquiraz 2
Pistola também apreendida durante o cumprimento de mandados de busca em vários endereços

Várias armas de fogo e até um simulacro de fuzil já estão apreendidos pelas polícias Civil e Militar na megaoperação  desencadeada na manhã desta quinta-feira (11) na Prainha, em Aquiraz. A s autoridades confirmam também várias prisões em flagrante de traficantes.
O que chamou a atenção dos policiais envolvidos na operação foi uma réplica de fuzil modelo AR-15, de fabricação americana (EUA) e de calibre 5.56,  encontrada em poder de um suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas e assaltos contra residências, comércio e casas de praia. 

 A falsa arma estava sendo usada pelos bandidos em ataques criminosos do tráfico na região. Também foi apreendida uma pistola e muita munição. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deverá, ainda hoje, reunir a Imprensa para uma coletiva sobre a ação.

No comando
O próprio secretário da Segurança Pública do Ceará, delegado federal André Costa, está no comando da operação, juntamente com as cúpulas das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, perícia Forense (Pefoce) e uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

Mandados de prisão e de busca e apreensão coletivos foram expedidos pela Comarca de Aquiraz a pedido da Polícia Judiciária, por conta do intenso tráfico de drogas e de armas na área da Praia e outras comunidades do Município que pertence á Região Metropolitana de Fortaleza.

Operações desse tipo deverão ser intensificadas a partir de agora pela SSPDS na Grande Fortaleza e no Interior como fruto do pacto firmado entre a SSPDS, Ministério Público, Poder Judiciário, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e outros órgãos como a Abin.  

FONTE:FERNANDO RIBEIRO

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Violência armada deixou 400 mortos em abril no Ceará, mês marcado por ataques do crime organizado




Morte
Em todos os quadrantes do Ceará a criminalidade deixou sua marca, com assassinatos em série

Os números são de uma verdadeira guerra e foram contabilizados em um mês marcado por atentados de facções criminosas ao sistema de transporte p´publico e ataques a bases policiais, assassinatos em série e múltiplos, confrontos de bandidos com a Polícia, latrocínios, além de três feriadões. Nada menos, que 400 pessoas foram assassinadas no Ceará em abril. 

Os números levam em consideração os Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), somados aos óbitos decorrentes de intervenção policial e mais as mortes ocorridas em unidades do Sistema Penitenciário. Somente em Fortaleza, 144 pessoas acabaram executadas no mês passado. Em comparação a abril de 2016, o crescimento nos crimes de morte chega a 40,3 por cento.
Já na totalização dos CVLIs sem contar os óbitos em presídios e aqueles em confrontos entre policiais e bandidos, o Ceará apresentou aumento de 37,6 por cento em comparação a abril de 2016, pois foram  registrados 377 assassinatos neste ano, contra 274 em 2016.  Para efeitos de estatísticas oficiais o governo utiliza este tipo de contagem.
Dos 377 homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de mortes registrados em abril deste ano no estado, 140 ocorreram em Fortaleza, 79 na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), 95 no Interior Norte e mais 63 no Interior Sul.

Mortes em série
Durante o mês, foram registrados 16 duplos homicídios, sendo cinco em Fortaleza (nos bairros Parque São José, Autran Nunes, Montese, Bom Jardim e Edson Queiroz), quatro na Região Metropolitana de Fortaleza (em Maracanaú, Itaitinga, Pacajus e Pacatuba) e sete no Interior do estado (nos Municípios de Itapipoca, Pedra Branca, Juazeiro do Norte (2), Tabuleiro do Norte, Sobral e Irapuã Pinheiro), além de um triplo assassinato (em Itapajé) um quádruplo (em Russas) e sete mortes em Jaguaruana, num cofronto de policiais com ladrões de bancos. 

Mortos em confrontos
Vinte e uma pessoas morreram no Ceará, em abril, em decorrência de intervenção policial, sendo quatro casos em Fortaleza (nos bairros Maraponga, Vila Peri e Autran Nunes), 12 no Interior Sul (nos Municípios de Jaguaruana, Tauá, Quixadá, Russas e Morada Nova) e outras cinco no Interior Norte (nos Municípios de Acarape, São Benedito, Itapajé e Sobral).
Também foram registrados dois casos de homicídios em unidades prisionais, nos Municípios de Sobral e Bela Cruz, ambos localizados no Interior Norte.

Região Metropolitana
Na Região Metropolitana de Fortaleza, os 79 casos de homicídios no mês de abril foram assim distribuídos por Município: Caucaia (21), Maracanaú (12), Aquiraz (7), Horizonte (7), Pacajus (7), Maranguape (5), Pacatuba (4), Itaitinga (4), Guaiuba (3), Eusébio (3), Cascavel (2), Chorozinho (2) e São Gonçalo do Amarante (2). 

FONTE: FERNANDO RIBEIRO

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Em Jaguaribe-CE: Homem mata mulher porquê ela não quis reatar o namoro; população ficou chocada


O fato estáreceu a cidade de Jaguaribe - Ce,  na manhã de hoje. Uma jovem de 20 anos de idade foi assassinada em via pública pelo ex-companheiro, a vítima era conhecida por Thays.

Sengudo as informações Thays vinha recebendo ameaças de morte do ex- companheiro que é um ex-presidiário o mesmo e conhecido por Diego.
Diego, estaria tentando reatar os laços amorosos com a vítima mais  não teve o retorno que queria, o mesmo já vinha a vários dias ameaçando de matar Thays.

Quando  na manhã de hoje em uma rua daquele município o mesmo Assassinou a vítima sem dar chance de defesa.
A polícia está fazendo diligências no intuito de prender o assassino  até o presente momento encontra-se foragido.
Estamos aguardando mais detalhes e informações sobre este caso...

terça-feira, 2 de maio de 2017

Feriadão foi o mais sangrento do ano, superando mortes no Carnaval e Semana Santa



Os números ainda são parciais, mas revelam que entre a última sexta-feira (28) e a madrugada de hoje, 65 pessoas foram assassinadas no Ceará




Um banho de sangue foi registrado no Ceará neste fim de semana prolongado do Dia do Trabalho.  As estatísticas da criminalidade superaram os feriadões de Carnaval, Semana Santa e Tiradentes. Em 2017, foi o período com maior número disparado de assassinatos no estado. Embora os números  sejam parciais, já foram totalizados  – e confirmados – 65 casos de homicídios entre a sexta-feira (28 de abril) e a segunda (1º de maio).
Vinte e quatro pessoas foram mortas em 19 bairros da Capital: Messejana (2 crimes), Jardim Iracema (2), Bom Jardim (2), Edson Queiroz (2) e Barra do Ceará (2), Aldeota, Montese, José Walter, Cambeba, Jardim das Oliveiras, Centro, Carlito Pamplona, Vicente Pinzón, Granja Portugal, Canindezinho, Colônia, Genibaú, Palmeiras e Jangurussu.
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), 13 pessoas foram mortas em oito Municípios: Maracanaú (4 homicídios), Horizonte (3), Caucaia, Guaiúba, Maranguape, Cascavel, Pacajus e Aquiraz.
No Interior do Estado, 28 pessoas acabaram assassinadas no feriadão, nos seguintes Municípios:  Itapajé (4 mortos), Juazeiro do Norte (3), Tabuleiro do Norte (2), Paraipaba (2), Acarape, Russas, Brejo Santo, Sobral, Massapê, Canindé, Palmácia, São Benedito, Quiterianópolis, Crateús, Morada Nova, Caririaçu, Beberibe, Jaguaribara, Catarina, Milagres e Pedra Branca.

Feriados
Com o registro dos 65 homicídios entre a sexta e a segunda-feira últimas, o feriadão do Dia do Trabalho foi o mais violento do ano.

No Carnaval, foram registrados 43 homicídios no Ceará, sendo 12 em Fortaleza, sete na RMF, 11 no Interior Norte e mais 13 no Interior Sul.
No feriadão da Semana Santa, o Ceará totalizou 48 assassinatos (20 na Capital, 9 na RMF, 9 no Interior Norte e 10 no Interior Sul).

Já no feriadão de Tiradentes, os registros de assassinatos chegaram a 44 casos (13 na Capital, 9 na RMF, 9 no Interior Norte e 13 no Interior Sul).

FONTE: CEARA NEWS 7